Bolsa.pt

Informações sobre a bolsa de valores.

5 Tipos de Ações da Bolsa

Quem decide investir na bolsa de valores necessita de saber que tipos de ações existem, principalmente se optar por investir por compra direta de ações.

Antes de investir da bolsa de valores deve certificar-se que compreende perfeitamente o funcionamento do mercado, pois só assim conseguirá saber onde e quando investir.

Fique a conhecer os 5 tipos de ações da bolsa.

Income Stocks

As chamadas ações de renda são um tipo de ação onde os dividendos são muito superiores aos outros tipos de ação. Logo, o investidor pode receber bastantes lucros sem nunca ter que vender as suas ações.

Apesar de ter a vantagem de ter dividendos altos, as ações de renda, income stocks, não sofrem, normalmente, grandes subidas de valor. Sendo assim, são habitualmente adquiridas pelos dividendos que originam.

Este tipo de ação pode surgir de qualquer mercado, mas são mais comuns em companhias no ramo energético, imobiliário ou financeiro.

Blue-Chip Stocks

As ações ficha azul são normalmente atribuídas a grandes companhias com um longo historial estável e de crescimento. São empresas líder que geram dividendos não muitos altos, mas estáveis, que permitem ao investidor alguma confiança.

O valor das ações também se tende a manter relativamente estável, mesmo com as flutuações de mercado.

O nome blue-chip ou ficha azul crê-se que deriva do poker onde as fichas azuis são as mais caras.

Growth Stocks

As growth stock ou ações de crescimento são ações de empresas recentes e inovadoras onde se espera um crescimento mais rápido do que outras empresas na sua indústria.

São ações de empresas que terão poucos ou nenhuns dividendos, pois este valor é necessário para reinvestir na empresa.

Como são empresas jovens e com pouca experiência no mercado, são consideradas ações de risco, mas onde é possível ganhar bastante dinheiro devido ao seu crescimento superior aos concorrentes.

Cyclical Stocks

As ações cíclicas referem-se a empresas que são bastante afetadas pelas condições do mercado externo. Tendem a sofrer ciclos onde conseguem um crescimento rápido em alturas em que a economia está favorável e descem drasticamente em alturas de crise económica.

Referem-se a empresas de bens que não são essenciais, logo são mais consumidos em alturas em que existe um boom da economia. O valor das suas ações tende a descer quando existe uma recessão.

Defensive Stocks

Ações defensivas ou defensive stocks são precisamente o oposto das ações cíclicas. Normalmente referem-se a empresas de bens essenciais mesmo em tempo de crise, como alimentos, bebidas, medicamentos ou seguros. Estas empresas são relativamente estáveis e em tempos de recessão tendem a comportar-se melhor do que outras empresas de indústrias diferentes.

Que tipo de ações escolher?

Não existe uma obrigatoriedade em escolher apenas um tipo de ações, aliás, o mais recomendado é ter uma carteira o mais diversificada possível, de forma a reduzir o risco do investimento global. Quando está a construir a sua carteira deve optar por vários tipos de ações, mas sempre tendo em conta o equilíbrio geral da carteira. O ideal é estar atento aos mercados antes de decidir comprar ações, para ter um conhecimento mais efetivo das empresas onde deve investir.

// Bolsa.pt