Bolsa.pt

Informações sobre a bolsa de valores.

Como preparar um plano de investimento

Ter um plano de investimento quando começa a investir na bolsa pode reduzir o risco e evitar surpresas menos agradáveis.

Uma vez que investir envolve grandes quantidades de capital, é indispensável que esteja prevenido e tenha um bom plano de investimento já definido.

1. Avaliar o orçamento

Qualquer plano de investimento deve começar por uma análise profunda do seu orçamento familiar, pois só assim poderá saber qual o montante disponível para investir.

Nesta primeira etapa deve considerar todas as suas despesas, incluindo 3 pontos distintos.

É preferível ter valores a mais do que a menos, pois aquilo que decidir estar reservado ao investimento não deve ser mexido mais tarde.

Tendo em conta o seu orçamento familiar e a estabilidade do mesmo, determine qual o valor que pode alocar ao investimento.

2. Definir objetivos

Após saber que valor tem disponível é altura de definir os seus objetivos. Este passo é muito importante, pois é ele que determina como irá investir.

Vamos supor que pretende conseguir dinheiro para a sua reforma; assim o seu investimento será a longo prazo. No entanto, se o objetivo for um carro novo, então deverá optar por investimentos a curto prazo.

Se for um investidor iniciante é preferível ter apenas um objetivo em simultâneo, pelo menos até ganhar alguma experiência. Existem investidores com vários objetivos e com vários planos de investimento em simultâneo, no entanto esta forma de investir requer grande disponibilidade de tempo e atenção.

3. Traçar um plano de investimento

Apenas após definir o seu objetivo pode traçar o seu plano de investimento. Independentemente do objetivo, lembre-se que deverá sempre ter uma carteira diversificada.

Deverá ter em conta os tipos de ações e os riscos/recompensa que cada uma apresenta. O tipo de ações que escolhe depende do seu objetivo, se é a longo ou curto prazo, se pretende alcançar baixos ou altos valores, etc.

Se não tiver pressa nem necessitar de grande rendimento, pode optar por ações de baixo risco e de baixo rendimento, mas mais seguras. Se por outro lado, o seu objetivo é obter um rendimento elevado num curto espaço de tempo, então terá que optar por ações de alto risco e de alto rendimento. Esta escolha vai também depender do valor que tem disponível para investir e de quanto se pode arriscar a perder.

4. Ajustar o plano

Um plano de investimento deve ser traçado até ao mais ínfimo pormenor antes de ser colocado em prática, pois certifica que o investidor analisou bem todos os movimentos, reduzindo assim o risco.

No entanto, um plano de investimento também pode ser ajustado após ter sido iniciado. Estes ajustes são comuns principalmente aos investidores iniciantes, pois podem ter existido situações que não tinham tido em consideração ou apenas podem ter tido conhecimento de outras opções mais vantajosas.

Apesar de o plano poder ser ajustado, apenas o convém fazer após ter definido bem as alterações.

É importante para o investidor ter um plano de investimento, para que se reduzam as compras/vendas de impulso e os riscos. Altere o plano se necessitar, mas certifique-se que ponderou bem as alterações.

// Bolsa.pt